Hulk brilha, Diego Costa faz gol, líder Atlético-MG vence e freia reação do Ceará

Técnico do Ceará foi expulso por reclamação contra a arbitragem

Guga em Atlético-MG x Ceará (Foto: Fernando Moreno/AGIF)

Gabriel Lacerda marcou para o Vozão no último minuto de jogo; partida teve decisões polêmicas da arbitragem

O jogo

O Atlético-MG não teve problemas para vencer com tranquilidade o Ceará, no Mineirão. Hulk, duas vezes, e Diego Costa marcaram para o Galo. Nos minutos finais, o Vozão fez o gol de honra com Gabriel Lacerda, de cabeça. Nas poucas chances em que criou, o time cearense parou na boa atuação do goleiro Everson. O jogo teve polêmica com decisões da arbitragem. Primeiro, em lance de pênalti, a favor do Atlético, marcado e anulado com auxílio do VAR. Depois, na jogada do primeiro gol de Hulk. O Ceará reclamou muito de uma falta antes da conclusão para as redes. O técnico Tiago Nunes foi expulso por reclamar contra a arbitragem.

Aos 31 min do 1º tempo - gol de dentro da área de Hulk do Atlético-MG contra o Ceará

Com os dois gols da partida deste sábado, no Mineirão, Hulk é artilheiro do Brasileirão, com 10 gols. Bruno Henrique, do Flamengo, Gilberto, do Bahia, e Edenílson, do Internacional, somam nove gols cada um. O atacante fez os gols de número 390 e 391 da carreira. Contagem regressiva para o gol número 400 da trajetória profissional. O artilheiro do campeonato saiu de campo no segundo tempo após sentir dores na posterior da coxa esquerda.

Primeiro tempo

O Atlético dominou a primeira etapa da partida, chegou com mais perigo e saiu com 2 a 0 para o intervalo. Hulk marcou duas vezes. Uma com bola rolando depois de bonito lançamento de Jair, e outra de pênalti. O Vozão reclamou muito de uma falta marcada no início da jogada do primeiro gol. A melhor chance do Ceará foi em um chute de Vina, que parou em Everson.

Segundo tempo

O Atlético teve chance de ampliar nos minutos iniciais, depois de bela jogada de Dylan Borrero. Ele tentou encobrir o goleiro Richard, mas mandou para fora. Na sequência, o Ceará ameaçou a meta atleticana, parando mais uma vez em Everson. Diego Costa e Nacho saíram do banco para construírem o terceiro gol atleticano. O argentino faz uma linda jogada pela esquerda e cruzou para o atacante empurrar para as redes. Nos minutos finais, o Vozão fez o gol de honra após cobrança de escanteio com Gabriel Lacerda, finalizando de cabeça.

Pênalti marcado e... anulado

A arbitragem foi muito questionada durante a partida. Para começar, o árbitro Jefferson Ferreira Moraes marcou uma penalidade a favor do Galo, que gerou muita reclamação em campo. Depois de ser chamado pelo VAR para rever o lance no monitor, Jefferson voltou atrás na decisão e anulou a penalidade. O lance aconteceu aos dezesseis minutos do primeiro tempo, quando o jogo estava 0 a 0. O atleticano Zaracho pressionou a saída de bola do goleiro Richard, e os dois jogadores se chocaram.

Reclamação do Ceará

A outra decisão do árbitro Jefferson Ferreira Moraes que foi questionada em campo diz respeito ao primeiro gol do Atlético-MG. Os jogadores do Ceará reclamaram muito de infração, por parte do Galo, que teria acontecido no início da jogada, ainda no meio de campo. Eles queriam marcação de falta do atleticano Jair, em cima de Geovane. O árbitro nada marcou, o lance prosseguiu com a finalização de Hulk para o gol, abrindo o placar no Mineirão.

Tiago Nunes expulso

O técnico do Ceará recebeu o cartão vermelho ainda no primeiro tempo depois de reclamar muito da decisão do árbitro Jefferson Moraes. Nunes entendeu que houve uma falta no início da jogada do primeiro gol atleticano, protestou e foi expulso. Ele fica fora da próxima partida do Vozão no Brasileiro, contra o São Paulo, no Morumbi.

Agenda

Na próxima rodada, na quarta-feira, o Galo recebe o Santos, no Mineirão, às 19h (de Brasília). Na quinta-feira, o Ceará vai ao Morumbi, encarar o São Paulo, também às19h.

https://ge.globo.com/mg/futebol/brasileirao-serie-a/jogo/09-10-2021/atletico-mg-ceara.ghtml