Náutico mantém invencibilidade, atropela Operário e aplica maior goleada da Série B

Na décima rodada da Série B, Náutico pega o Goiás, e o Operário recebe o Brasil de Pelotas

Após três empates seguidos, Timbu bate o Fantasma por 5 a 0 e permanece na liderança da competição, com 21 pontos; equipe paranaense estaciona no sexto lugar, somando 12

O Náutico não tomou conhecimento do Operário e voltou a vencer ao superar desfalques e aplicar a maior goleada da Série B até o momento. Pela 9ª rodada da competição, o Timbu recebeu o Fantasma nos Aflitos e saiu de campo com o placar de 5 a 0. Com gols de Paiva (2x), Marciel, Jean Carlos e Iago Dias, a equipe alvirrubra conquistou seu sexto triunfo e continua sendo a única invicta na segunda divisão do Campeonato Brasileiro.

Como fica

De volta ao caminho das vitórias após três empates seguidos, o Náutico permanece com a liderança isolada da Série B, agora somando 21 pontos. Estacionado na sexta posição, com 12 pontos, o Operário fatalmente vai descer na tabela com a sequência da rodada.

Próximos jogos

Na décima rodada da Série B, o Náutico defende a invencibilidade diante do Goiás, às 21h30 da próxima sexta-feira, na Serrinha. O Operário volta a atuar no Germano Krüger, recebendo o Brasil de Pelotas no sábado, dia 10 de julho, às 11h.

Primeiro tempo

O Operário até tentou tomar iniciativa no início do jogo, mas o Náutico saiu na frente através da bola parada, com Marciel aproveitando rebote de escanteio batido por Jean Carlos. Em busca da reação, o Fantasma até levou perigo com Felipe Garcia e Reniê, mas Paiva ampliou a vantagem alvirrubra depois de receber um longo e preciso lançamento de Vinícius. Com o jogo sob controle, o Timbu administrou bem o resultado até a ida para o intervalo.

Segundo tempo

Nem mesmo a chuva e a boa vantagem fizeram o Náutico reduzir o ímpeto na etapa final. Logo aos cinco minutos, Jean Carlos marcou o terceiro gol após jogada individual de Vinícius. Pouco tempo depois, Rhaldney deixou Paiva na frente do goleiro e o atacante paraguaio confirmou a goleada. Sem forças para diminuir o prejuízo, o Operário reclamou de pênalti cometido por Wagner Leonardo, por volta dos 27 minutos. No final das contas, o Timbu ampliou a goleada momentos antes dos acréscimos, com o estreante Iago Dias.

Mais do que nunca, Timbatível

A sequência invicta do Náutico continua. Após nove rodadas, o Timbu é o único time que ainda não perdeu na Série B. São seis vitórias e três empates, mantendo a distância de dois pontos para o Coritiba - que ainda tem um jogo a menos.

Jogadores alvirrubros comemoram vitória do Náutico sobre o Operário (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

O garçom da noite

Novamente capitão do Náutico com a ausência de Kieza, o atacante Vinícius não balançou as redes, mas contribuiu com duas assistências - para Paiva e Jean Carlos, e foi um dos destaques da partida. Ele, inclusive, é um dos atletas que participaram de todos os nove jogos do Timbu na Série B.

Central do Apito em ação

O Operário ficou na bronca após um suposto toque no braço de Wagner Leonardo dentro da área, bloqueando o chute de Paulo Sérgio. Na Central do Apito, o comentarista Paulo César de Oliveira concordou com a decisão do árbitro: "O zagueiro escorrega, a bola bate na perna direita do Wagner Leonardo. A decisão do árbitro foi corretíssima".

https://ge.globo.com/pe/futebol/brasileirao-serie-b/jogo/02-07-2021/nautico-operario-pr.ghtml