Santos vence o Sport com gols de pênalti, brilho de Marinho e estreia de joia da base

Na 24ª rodada do Brasileirão, o Santos recebe o Palmeiras, e o Sport visita o São Paulo

Santos x Sport (Foto: MAURÍCIO DE SOUZA/DIÁRIO DO LITORAL/ESTADÃO CONTEÚDO)

Peixe marca dois gols em 10 minutos, cede o empate ainda no primeiro tempo, mas reage e supera o Leão na Vila Belmiro

Santos e Sport se enfrentaram em ritmo frenético na Vila Belmiro. O confronto terminou marcado por dois pênaltis, presença do árbitro de vídeo em dois dos seis gols da partida e até brilho do prata da casa Bruninho, pelo Peixe. O mandante abriu 2 a 0 na primeira etapa, ainda cedeu o empate para o Rubro-negro, mas mudou a história na reta final ao vencer por 4 a 2. Os gols do Santos foram marcados por Soteldo, Marinho, Bruninho e Lucas Braga. Os do Sport vieram com Marquinhos e Leandro Barcia.

Santos 4 x 2 Sport pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro

Sport mantém sequência negativa

Com a derrota, o Sport chegou mantém a sequência negativa no Brasileirão. Colado na zona de rebaixamento, o Rubro-negro tem uma vitória e dois empates nos últimos 10 jogos na competição. Está a apenas um ponto do Vasco, primeira equipe no Z-4, mas pode ser ultrapassado ainda nesta rodada.

Brilho do prata da casa

O confronto teve um peso a mais para Bruno Henrique Marques Torres, ou só Bruno Marques - como ele diz que prefere ser chamado. Aos 21 anos, o atacante de 1,94m de alturaestreou saindo do banco de reservas e marcou de cabeça após cruzamento de Marinho. Na comemoração, o atleta descarregou as emoções e terminou chorando.

VAR movimentado... e Meira Ricci discorda de pênalti marcado

O VAR apareceu como determinante para os dois primeiros gols do Peixe. Primeiro, sinalizou um pênalti após toque de mão de Adryelson na área e a cobrança foi convertida por Marinho. Na Central do Apito, o comentarista de arbitragem Sandro Meira Ricci discordou da marcação de Wilton Pereira Sampaio. Mas também viu acertos... Poucos minutos depois do pênalti, o árbitro chegou a anular um gol de Lucas Braga alegando impedimento, mas voltou atrás após a chamada do VAR.

Central do Apito: Sandro Meira Ricci analisa lances polêmicos de Santos x Sport

Primeiro tempo

As primeiras movimentações de Santos e Sport foram intensas na Vila Belmiro, mas o Peixe que entrou com maior agressividade. Não à toa, aos 6 minutos converteu um pênalti com Marinho e aos 11 marcou com Lucas Braga, que chegou a ter o lance anulado, mas revertido pelo VAR. Depois disso, a equipe paulista diminiu a pressão e viu o Rubro-negro crescer até empatar, com gols de Marquinhos e Leandro Barcia, aos 27 e aos 45. O Santos ainda teve uma chance em cobrança de falta com Marinho, mas as equipes saíram para o intervalo empatadas por 2 a 2.

Segundo tempo

As equipes voltaram em ritmo morno na segunda etapa. O Sport caiu de ritmo após tomar conta do fim do primeiro tempo, e o Santos buscou ser mais ofensivo para furar a marcação. A velocidade do jogo diminuiu, mas aos 25 minutos Marinho encontrou o prata da casa Bruninho para marcar de cabeça e colocar o Santos na frente de novo. Aos 36, o Peixe fez mais um de pênalti, após Júnior Tavares derrubar Marinho na área, e Soteldo converteu a cobrança. A partida ainda foi até os 50 minutos, mas sem mais mudanças. O Santos terminou com a vitória por 4 a 2.

Classificação

O Santos chegou a 37 pontos e saltou para a 5ª posição, colando nos líderes da Série A. O Sport, por outro lado, manteve-se em 16º colocado com 25 pontos. A equipe ainda pode ser ultrapassada pelo Vasco, que está um ponto atrás e enfrenta o Ceará na segunda-feira.

Próximos jogos

Na 24ª rodada do Brasileirão, o Santos recebe o Palmeiras, às 16h do dia 6 de dezembro. No mesmo dia, o Sport visita o São Paulo, às 20h30, no Morumbi.

https://globoesporte.globo.com/sp/santos-e-regiao/futebol/brasileirao-serie-a/jogo/28-11-2020/santos-sport.ghtml