Com um a menos, Santos segura empate com Ceará nas oitavas da Copa do Brasil

Jogo de volta será quarta-feira próxima no Castelão em Fortaleza

Peixe tem Lucas Veríssimo expulso no fim do primeiro tempo; Vozão pressiona na segunda etapa, cria chances, mas não chega ao gol. Rivais decidem vaga na semana que vem

Sem gols na Vila

Santos e Ceará ficaram no empate por 0 a 0 na tarde desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil – foi a estreia do Peixe na competição, enquanto o Vozão já vinha disputando as fases anteriores. A expulsão do zagueiro Lucas Veríssimo, no fim do primeiro tempo, decidiu o andamento da partida: na segunda etapa, o Ceará pressionou em busca da vitória, criou chances e não chegou ao gol, enquanto o Peixe explorou contra-ataques e também não conseguiu abrir o placar. A vaga nas quartas de final será decidida em Fortaleza, semana que vem. Veja os melhores momentos do jogo:

Santos 0 x 0 Ceará pelas oitavas de final da Copa do Brasil

Como fica?

Santos e Ceará jogam na próxima quarta-feira, às 19h (de Brasília), na Arena Castelão, pelo jogo de volta das oitavas. Qualquer empate leva a decisão para os pênaltis. Um eventual vencedor no tempo normal, claro, fica com a vaga.

Central do Apito

O lance capital do jogo ocorreu nos acréscimos do primeiro tempo, quando Lucas Veríssimo acertou a cabeça de Rafael Sobis com as travas da chuteira, em um lance no meio-campo. O comentarista Sálvio Spinola esclareceu que "não houve intensidade no lance", mas que a CBF recomenda expulsão quando há um golpe na região da cabeça. O árbitro Vagner do Nascimento Magalhães havia aplicado cartão amarelo, decisão revista após consulta ao VAR.

O Santos começou a partida pressionando o Ceará. Com três jogadores ofensivos no meio de campo – Jobson, Diego Pituca e Jean Mota –, o Peixe não dava espaços para os visitantes saírem jogando e criou seguidas chances de abrir o placar, mas o ritmo diminuiu e o jogo ficou equilibrado na segunda metade do primeiro tempo. No fim da etapa inicial, Lucas Veríssimo foi expulso e complicou a vida santista.

Segundo tempo

O Ceará tomou as rédeas da partida e passou boa parte do tempo no campo de ataque, circulando a bola e tentando achar espaços na defesa do Santos – perdeu gols com Léo Chú, Rafael Sobis e Vina e finalizou 15 vezes no total da partida, contra 14 do rival. O Peixe, por sua vez, apostou em contra-ataques com Marinho e Soteldo e até exigiu boas defesas de Fernando Prass, até que o time cansou. Soteldo, inclusive, foi substituído no fim e ficou bravo. A decisão, portanto, fica para quarta-feira que vem.

Léo Chú aproveita o vacilo do Santos na saída de bola e bate com força, no cantinho, mas direto para fora, aos 3 do 2º

Próximos jogos

O Santos volta a campo no próximo domingo para enfrentar o Bahia, às 18h15 (de Brasília), na Vila Belmiro. Já o Ceará enfrenta o Botafogo no sábado, às 17h, no Nilton Santos. Os dois jogos são válidos pela 19ª rodada do Brasileirão.

Santos jogou com

João Paulo, Madson, Lucas Veríssimo, Luan Peres, Felipe Jonatan, Jobson, Sandry, Diego Pituca, Jean Mota, 

Luiz Felipe, Lucas Braga, Tailson, Marinho, Soteldo, Arthur Gomes (CucaTécnico)

Ceará atuou com

Fernando Prass, Eduardo, Tiago, Luiz Otávio, Bruno Pacheco, Fabinho, Charles, Lima, Vinícius, Fernando Sobral, Wescley, Léo Chú, Rick, Rafael Sobis, Mateus Gonçalves. (Guto FerreiraTécnico).

https://globoesporte.globo.com/sp/santos-e-regiao/futebol/copa-do-brasil/jogo/28-10-2020/santos-ceara.ghtml