Brasil goleia Bolívia com facilidade na estreia pelas Eliminatórias

O Brasil lidera após o encerramento da primeira rodada, com três pontos e o melhor saldo de gols da competição.

Seleção tem grande atuação na Neo Química Arena e abre competição na liderança. Firmino, duas vezes, Marquinhos, Philippe Coutinho e Carrasco, contra, fazem os gols do jogo

Everton Cebolinha e Firmino comemoram gol contra a Bolívia (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)

Que começo!

Na primeira estreia em casa na história das Eliminatórias, o Brasil fez bonito e deu o primeiro passo rumo ao Catar em 2022. Nesta sexta-feira, contra a Bolívia na Neo Química Arena, em São Paulo, a Seleção não tomou conhecimento do adversário e construiu goleada por 5 a 0 - e poderia ter sido mais! Firmino, duas vezes, Marquinhos, Philippe Coutinho e Carrasco, contra, fizeram os gols da partida.

Panorama

O Brasil lidera após o encerramento da primeira rodada, com três pontos e o melhor saldo de gols da competição. A Bolívia, que optou por deixar alguns jogadores em La Paz pensando no duelo da segunda rodada, é lanterna. Na próxima terça, os bolivianos recebem a Argentina, enquanto os brasileiros visitam o Peru. 

Primeiro tempo

O Brasil começou avassalador e já teve chance clara antes mesmo do primeiro minuto completo. Everton Cebolinha apareceu livre após vacilo do goleiro e jogou para fora. Marquinhos, em seguida, também teve boa oportunidade, e foi o zagueiro quem abriu o placar após ótimo cruzamento de Danilo, aos 15. A seleção brasileira beirou os 90% de posse de bola e seguiu dando muito trabalho. Aos 29, Firmino ampliou após passe de Renan Lodi, que tabelou bonito pelo lado esquerdo. O lateral do Atlético de Madrid, inclusive, foi um dos destaques da equipe de Tite.

Segundo tempo

O Brasil não diminuiu o ritmo, e Firmino fez seu segundo gol logo aos três minutos após boa assistência de Neymar. A Bolívia colocou Weverton para trabalhar pela primeira e única vez no jogo, mas o domínio brasileiro seguiu. Firmino e Neymar despediçaram boas chances, e foi num gol contra que o placar voltou a ser movimentado. Após toque de Rodrygo, a bola bateu em Carrasco e morreu no fundo da rede. Coutinho marcou o quinto de cabeça após novo passe de Neymar, aos 27, e deu números finais. No segundo tempo, Felipe, Alex Telles, Everton Ribeiro, Rodrygo e Richarlison foram os reservas utilizados por Tite.

Faltou o dele!

Autor de duas assistências, Neymar protagonizou grandes momentos no ataque do Brasil. Com bonitos dribles - dois deles entre as pernas de adversários -, criou oportunidades, mas não conseguiu deixar o seu gol. O camisa 10 chegou a balançar a rede, mas o lance foi anulado por conta de impedimento aos 31 do segundo tempo. No minuto final, cobrou falta com classe, mas viu Lampe buscar no ângulo esquerdo.

https://globoesporte.globo.com/futebol/copa-do-mundo/eliminatorias-america-do-sul/jogo/09-10-2020/brasil-bolivia.ghtml