Fortaleza se reapresenta com foco na estreia da Série A do Brasileiro

Fortaleza na estréia do brasileirão pega o Athletico/PR.

Legenda: Rogério Ceni tenta negociar a vinda de mais jogadores para reforçar o elenco tricolor - Foto: CAMILA LIMA

Escrito por André Almeida

Após derrota no Clássico-Rei, Tricolor do Pici inicia preparação para a disputa da Série A do Campeonato Brasileiro, principal objetivo da temporada, e Rogério Ceni quer reforços para o elenco

A derrota por 1 a 0 para o Ceará, no Clássico-Rei da última terça-feira (28), que culminou na eliminação da Copa do Nordeste, já é página virada para o Fortaleza. Sem tempo para lamentações, o Tricolor se reapresenta hoje e já iniciando os trabalhos para o principal objetivo da temporada: a Série A do Campeonato Brasileiro. E o técnico Rogério Ceni tem a missão de "aparar as arestas" para deixar o time no ponto para enfrentar o Athletico/PR.

A primeira partida será no dia 8 de agosto, às 19 horas, na Arena Castelão. Ou seja, em exatamente nove dias. Pode parecer pouco, mas em um calendário que será extremamente apertado, com jogos todos os fins e meios de semanas, é um período que deve ser valorizado.

Será esse o tempo que Rogério Ceni terá para descansar os jogadores, ajustar a equipe e preparar os detalhes com maior tranquilidade. Afinal, o time realizou seis jogos em um período de 15 dias, o que era motivo de preocupação para o técnico pelo curto prazo para recuperação de atletas.

"Lógico que a gente não queria. Com todas as dificuldades que a gente tem, cansaço, acúmulo de jogos, queríamos estar em mais uma final, por dois anos consecutivos. Mas dá pra treinar", afirmou o comandante leonino.

Busca por soluções

É preciso corrigir problemas, buscar mais alternativas e encontrar soluções. Nos últimos dois jogos, contra Sport e Ceará, adversários na Série A, pela Copa do Nordeste, o Fortaleza não foi bem. Muito por conta da forte marcação dos rivais. Pelos bons resultados recentes, o Leão é um time muito mais observado. Guto Ferreira estudou minuciosamente o time para neutralizar os pontos fortes. Isso acontecerá cada vez mais daqui pra frente.

Há uma necessidade de se reinventar. O elenco do Fortaleza precisa de mais quantidades e peças que possibilitem a manutenção do alto nível. Talvez encontrar uma alternativa de jogo ao esquema atual, com novas peças para se ter uma variação. Certo é que, para isso, será preciso contratar.

"Nós precisamos de, ao menos, mais um jogador. Nós já conversamos com o presidente, precisamos de mais um jogador nessa posição (ataque), de velocidade, que tenha a mesma função do Osvaldo, do Romarinho, do Yuri e do David, pra gente poder ter mais trocas no decorrer dos jogos. Começar mais forte e ter essas trocas durante o 2º tempo. A gente tem que achar algumas peças também de criação", completa Rogério Ceni, em referência à necessidade de mais jogadores para as funções desempenhadas hoje pelos volantes Felipe e Juninho.

Certo é que será preciso reforçar o elenco e aumentar a qualidade e também a quantidade de atletas, sobretudo em um campeonato que já é uma maratona, e será ainda mais nesta temporada.

https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/jogada/fortaleza-se-reapresenta-com-foco-na-estreia-da-serie-a-do-brasileiro-1.2972138