Nova “prova de fogo” para o Ceará de Guto Ferreira

Técnico Guto Ferreira tem vivido um dilema, fixar um time titular em busca da formação ideal

Legenda: O volante Charles é um dos destaques do Ceará desta temporada e estará em campo, diante do CRB, nesta quarta-feira (22) Foto: FOTO: THIAGO GADELHA

Escrito por Redação

Ceará precisa vencer CRB para se classificar sem depender de outros resultados, em mais um jogo decisivo com Guto Ferreira no comando, que busca ainda uma formação ideal e, principalmente, convencer

Desde que iniciou seu trabalho no Ceará em jogos oficiais, no último dia 13, o técnico Guto Ferreira tem vivido um dilema: fixar um time titular em busca da formação ideal ou revezar os jogadores em meio a jogos decisivos?

O treinador, que vai para a quarta partida sob o comando do Vovô, repetiu a formação inicial contra Barbalha (5x0) e Fortaleza (1x2), mas diante do Ferroviário, nas semifinais do Estadual, já fez três mudanças, entrando Luiz Otávio, Marthã e Rick.

A vitória por 1 a 0, no último domingo, foi suficiente para classificar o time para a final do Estadual, mas não agradou a Guto Ferreira. Assim, hoje, às 20 horas, contra o CRB, no Barradão, em Salvador (sede única na retomada do torneio), pela última rodada da 1ª fase da Copa do Nordeste, o treinador espera finalmente uma evolução, com uma atuação convincente.

O treinador mostrou claramente um dilema entre manter uma equipe fixa ou rodar as peças a cada jogo.  “Conforme vamos jogando sem muito tempo, ou vamos rodar as peças para que a equipe mantenha uma estrutura de força, ou teremos dificuldades. O Ferroviário vinha da 2ª partida enquanto vínhamos da 3ª. O CRB talvez seja a 1ª. São situações que temos que ter inteligência para administrar da melhor maneira possível, até mudando a estratégia do jogo”, disse ele.

A equipe até melhorou com a entrada de Rick no ataque, com o jovem jogador da base do clube sendo elogiado pelo treinador. “O Rick já tinha entrado muito bem e hoje foi o nosso principal atacante. Veloz, incisivo, muito vitorioso nas jogadas individuais, o que adicionou à equipe”.

Mas Guto admitiu que a equipe ainda tem problemas no setor de frente. “O gol foi bem construído. Tivemos uma jogada boa do Rick enfiando pro Sóbis, que cruzou pro Felipe. E a nossa linha de quatro foi muito bem. Nossa maior dificuldade foi do meio pra frente”.

Sem Sóbis, suspenso, a tendência é que Bergson ganhe uma chance, já que entrou no decorrer dos jogos contra Fortaleza e Ferroviário, marcando um gol no Clássico-Rei.

Experiente, o goleiro Fernando Prass admitiu que o time precisa ainda evoluir e isso virá só com os jogos. “Acho que o Ceará está em crescimento. Essa parada foi ruim para todo mundo. Foram quatro meses sem jogos, três sem treinamento. Isso dificulta qualquer trabalho. Para a gente, com troca de comando, as coisas demoram um pouco mais. Depois de um determinado tempo, a gente só vai conseguir evoluir mesmo com os jogos, adversidades e dificuldades”, disse o Camisa 1 do Vovô, destaque no duelo contra o Ferroviário.

Decisão

O jogo com o CRB é mais uma vez decisivo, como foram os clássicos contra Fortaleza, que valia a liderança da 2ª fase, e Ferroviário, por uma vaga nas semifinais do Estadual. 

Abrindo o G-4 com 11 pontos no Grupo B, o Alvinegro depende só de si para avançar para as quartas de final. Se vencer, estará classificado sem depender de outros jogos.

Se empatar com o time alagoano, o Vozão dependerá de outros resultados, que um pelo menos aconteça: o Náutico perder para o Bahia ou o Santa Cruz empatar com o River/PI. Se um deles ocorrer, o time cearense estará classificado com um empate. 

Em caso de derrota, o Vovô só se classifica se o Santa Cruz perder para o River. Uma vitória também pode levar o Vovô à liderança do Grupo B, desde que Confiança, Vitoria e Náutico tropecem. Assim, o Vovô enfrentaria nas quartas de final, em jogo único, o 4ºcolocado de seu grupo. O rival do Ceará pode ser Confiança, Vitória, Náutico ou Santa Cruz.

Sob o comando do técnico Guto Ferreira, o Ceará disputou três partidas, vencendo duas (Barbalha por 5 a 0 e Ferroviário por 1 a 0), e foi derrotado pelo Fortaleza por 2 a 1 no Clássico-Rei, pelo Estadual

https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/jogada/nova-prova-de-fogo-para-o-ceara-de-guto-ferreira-1.2969023