Ceará e Fortaleza planejam medidas de aproximação com torcedores em jogos com portões fechados

O "novo normal" do futebol após a pandemia do coronavírus irá impor muitas condições diferentes

Legenda: O Castelão estará vazio, sem torcedores nos jogos de Vovô e Leão, mas os dois clubes farão ações durante as partidas para sentir seu apoio - Foto: CAMILA LIMA

Escrito por André Almeida

Sem contar com a presença de torcedores no estádios, clubes cearenses organizam novas formas de interação e aproximação nos dias de jogos

O "novo normal" do futebol após a pandemia do coronavírus irá impor muitas condições diferentes das que estávamos anteriormente acostumados. A principal delas, e provavelmente mais impactante, é a ausência dos torcedores nos estádios. As arquibancadas, que normalmente protagonizam belos espetáculos, não estarão lotadas. Para tentar diminuir um pouco o sentimento do vazio, Ceará e Fortaleza apostam em medidas de aproximação dos torcedores para os jogos com portões fechados.

Mesmo que não de forma presencial, o Fortaleza contará com a torcida em jogos com portões fechados após o retorno das competições. Nas partidas do Campeonato Cearense, Copa do Nordeste e Copa do Brasil, será estendido um mosaico 3D nos setores Bossa Nova e Superior Central, em frente às cabines de transmissão. O torcedor pode participar da ação e garantir seu espaço.

Neste mosaico especial, "cada torcedor poderá ter uma foto permanente ajudando a colorir o estádio e dando uma força a mais ao time em campo. O mosaico crescerá junto com o engajamento da torcida. A iniciativa é um modo de manter viva a tradição da torcida tricolor de levar mosaicos a Arena Castelão e ajudará o clube financeiramente", destacou o clube em publicação que divulgou a campanha, intitulada de "Sempre estarei aqui".

O valor para o sócio-torcedor é de R$ 24,90, já o não-sócio paga R$ 49,90. A ideia do clube é que possa, no futuro, o mosaico possa estar presente em todos os setores da Arena Castelão.

"Na medida que o projeto for crescendo, a ideia é que a gente consiga preencher tudo ali nas arquibancadas", destaca Stênio Gonçalves, diretor de Planejamento do Leão do Pici.

Drive-in e arquibancada virtual

O Ceará também adota iniciativas para gerar aproximação dos torcedores, mas com alternativas diferentes. O Alvinegro aposta no sistema drive-in, em que vários carros estarão no mesmo local para acompanhar as partidas em um telão. Assim, os torcedores poderão estar juntos, mas separados, mantendo o distanciamento social e sem aglomerações. Até a ida ao banheiro será controlada.

"A ideia do clube é de três a quatro pessoas por carro. Estaremos montando toda uma programação, com logística e os cuidados. Caso torcedor queira usar o banheiro, terá que fazer a sinalização pelo aplicativo que vamos disponibilizar e haverá orientação e acompanhamento para direcioná-lo", destaca o diretor de Promoções e Atividades Sociais do Vovô, Veridiano Pinheiro.

Além disso, o Alvinegro também irá montar uma arquibancada virtual, em que as imagens de torcedores estarão passando nos telões da Arena Castelão e também em outros telões que serão instalados em outros pontos do estádio, em que os próprios jogadores poderão ver.

As medidas acompanham tendências que já ocorrem no futebol europeu. Países como Alemanha, Espanha, Inglaterra e Itália têm adotado tais medidas para minimizar a ausência de torcedores nas arquibancadas e garantir algum sentimento de apoio ao time da casa, além de uma nova fonte de receitas. O futebol cearense terá que se adaptar ao "novo normal".

https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/jogada/ceara-e-fortaleza-planejam-medidas-de-aproximacao-com-torcedores-em-jogos-com-portoes-fechados-1.2959191