Câmeras térmicas de vigilância prometem facilitar prevenção de contágio da Covid-19

Câmera térmica dispõe de um sensor que detecta com precisão a temperatura do usuário

Legenda: Câmeras térmicas ajudam a verificar a temperatura das pessoas - Foto: Divulgação

Escrito por Redação

Empresa cearense trouxe modelos dos EUA para o Estado

Com a pandemia do novo coronavírus, os cuidados com a saúde e com a segurança das pessoas tornaram-se ainda mais indispensáveis. A tecnologia é uma grande aliada neste momento delicado em que o mundo sofre com a proliferação do vírus. Entre os aparatos tecnológicos para reduzir o contágio da Covid-19, estão as câmeras térmicas, capazes de identificar pessoas com alterações na temperatura corporal.

O equipamento chega ao mercado cearense por meio do Grupo Servnac, que atua nas áreas de rastreamento veicular, segurança armada e desarmada, vigilância eletrônica, segurança pessoal privada, portaria 24h, terceirização de mão de obra, serviços de limpeza e conservação. De acordo com Allan Victor, gerente de Marketing do Grupo Servnac, as câmeras podem ser usadas em diversos empreendimentos, como shoppings, empresas, restaurantes, supermercados, hospitais, instituições de ensino, indústrias e muitos locais com grande circulação de pessoas.

“A câmera térmica que trazemos dos Estados Unidos com exclusividade para o Ceará dispõe de um sensor que detecta com precisão a temperatura do usuário. Com este equipamento, é possível identificar pessoas com temperatura corporal elevada, indicando febre, por exemplo, que é um dos sintomas da Covid-19. A partir desta informação, é possível tomar providências para não colocar em risco a saúde de outras pessoas no local. Além deste novo equipamento, a Servnac também tem outras formas de controle de acesso que podem se encaixar em qualquer tipo de empresa ou condomínio”, explica.

Com a crise causada pela pandemia de Covid-19, o setor de segurança eletrônica ganhou mais visibilidade e as demandas cresceram. A busca por equipamentos de segurança aumentou em 40%, segundo Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese). No caso das câmeras térmicas, a alta foi de 6,2% para 13,7% durante o período de isolamento social.

Segundo a empresa, entre as vantagens das câmeras térmicas está precisão da temperatura de várias pessoas simultaneamente juntamente com reconhecimento facial que pode gerar alertas mesmo que a pessoa esteja de máscara ou capacete. Outros aspectos importantes são o fato de que câmera alcança a pessoa a uma distância de 3 metros, evitando o contato físico e as aglomerações que podem ser geradas no procedimento de aferição com termômetro manual.

Como funciona

As câmeras possuem sensores que detectam a radiação infravermelha emitida por uma pessoa, animal ou objeto. O equipamento converte o fluxo de radiação emitido por um determinado objeto quente em imagem visível associada à temperatura desse objeto. Conectadas a um software que gerencia a medição de temperatura e imagem, criam alertas quando algo fora do comum é detectado, auxiliando também da prevenção de acidentes, incêndios e invasões. 

https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/opiniao/colunistas/daniel-praciano/cameras-termicas-de-vigilancia-prometem-facilitar-prevencao-de-contagio-da-covid-19-1.2971758