Queda de torre de energia no PA: 7 vítimas fatais

A torre estava sendo construída entre os municípios de Anapu e Pacajá, caiu na tarde desta sexta (16).

Vítimas atingidas por torre de transmissão são levadas para Hospital Municipal de Pacajá, no Pará. — Foto: Reprodução / TV Liberal

Por G1 PA — Belém

Queda de torre no PA: 5 vítimas ficam em estado grave e uma morre a caminho de hospital; sobe para 7 número de mortos

Diretor da Secretaria de Saúde do Pará (Sespa) confirma sétima morte causada por acidente no sudoeste do Pará. Feridos foram levados de Pacajá para o Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira.

Vítimas da queda de torre de transmissão chegam ao Hospital Regional em Altamira, no Pará.

Cinco das 13 pessoas feridas na queda de torre de transmissão de energia no Pará foram transferidas de Pacajá, local próximo ao acidente, para o Hospital Regional Público da Transamazônica, em Altamira, sudoeste do Pará, em estado grave de saúde. Uma delas morreu a caminho do hospital, aumentando para sete o número de mortes.

A sétima morte foi confirmada à reportagem pelo diretor da Secretaria de Saúde Pública (Sespa), em Altamira, Waldecir Maia. Seis morreram no local da queda, em Pacajá, segundo a secretaria de Saúde do município.

A torre estava sendo construída entre os municípios de Anapu e Pacajá, sudoeste do estado, na comunidade Bom Jardim, e caiu na tarde desta sexta (16).

As autoridades em Pacajá informam que a estrutura estava sendo construída por uma empresa particular, que faz parte de um projeto para levar energia elétrica da usina hidrelétrica de Belo Monte para o estado do Amapá.

O G1 ainda tentava contato com a empresa responsável pela obra, a SBEISK, pertencente ao grupo ICSK, mas não havia obtido resposta até a última atualização da reportagem.

Já a assessoria da Norte Energia, responsável por Belo Monte, disse por telefone que a empresa não é terceirizada da concessionária.

Testemunhas afirmam que a torre ainda não estava finalizada e nem energizada no momento do acidente. Segundo os relatos, ao menos 26 pessoas estavam na torre no momento da queda.

Em uma rede social, o governador Helder Barbalho (MDB) lamentou o acidente e disse que o governo "está dando toda assistência ao município de Pacajá, que fica próximo ao local do acidente", acionando o Corpo de Bombeiros e Polícia Militar. As vítimas, segundo o governador, estão sendo encaminhados para o Hospital Regional da Transamazônica, em Altamira.

https://g1.globo.com/pa/para/noticia/2021/07/16/queda-de-torre-de-transmissao-no-pa-5-sao-transferidos-em-estado-grave-e-uma-morre-a-caminho-de-hospital-sobe-para-7-numero-de-mortos.ghtml