General diz que Exército já se prepara para 3ª onda da Covid

Quando soubemos que França e Alemanha estão começando novo lockdown com esta terceira onda, temos de estar preparados no Brasil.

O general Paulo Sérgio, responsável pelo setor de recursos humanos do Exército, afirma que, em dois meses, Brasil enfrentará uma terceira onda da pandemia. Em entrevista ao Correiro Braziliense, o general prevê está etapa pode ser ainda mais grave e começar por Manaus, dentro de dois meses.

"Se temos a notícia de que, lá na frente, pode ter uma terceira onda, temos de estar preparados. Mas torcemos para não termos, que a gente avance, e a vacina está aí para isso", afirmou o militar.

"Quando soubemos que França e Alemanha estão começando novo lockdown com esta terceira onda, imaginamos que, como ocorreu na segunda, que começa na Europa, dois meses depois se alastra por outros continentes. Temos de estar preparados no Brasil. Não podemos esmorecer. É trabalhar, melhorar a estrutura física dos nossos hospitais, ter mais leitos, recursos humanos para, se vier uma onda mais forte, a gente ter capacidade de reação", destaca ele, enfatizando que a taxa de mortalidade na instituição é de 0,13%, bem abaixo do índice de 2,5% registrado na população.

"Estamos com uma taxa de mortalidade de 0,13%. Ínfima, em termos de comparação com a do país. Eu diria que a maioria dos hospitais são modernos. Os hospitais de porte mesmo são o HCE (Hospital Central do Exército) e o Hospital de São Paulo. Iniciamos a operação covid com 84 leitos de UTI em toda a rede. Fruto de equipamento comprado e transformação da estrutura dos hospitais, chegamos a 280 leitos de UTI em toda a rede militar", disse.

https://www.brasil247.com/brasil/general-diz-que-exercito-ja-se-prepara-para-3-onda-da-covid?amp=&utm_source=onesignal&utm_medium=notification&utm_campaign=push-notification