Mandetta criará gabinete de crise na Saúde para organizar decisões no combate ao coronavírus

A ideia do ministro é dar “fluxo de decisões” para implementar rapidamente medidas, preparando o país para o pico de casos do coronavírus

Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (Foto Ilustração via google)

Ministério ainda não tem organograma de equipe para gestão específica da crise. Gabinete com foco em assistência, logística e vigilância deverá ser criado por meio de portaria.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, decidiu criar um gabinete de crise interno na pasta para organizar e agilizar decisões de sua equipe no combate ao novo coronavírus.

Segundo o blog apurou, Mandetta quer organizar as tarefas com foco em três áreas: assistência, logística e vigilância.

A ideia do ministro é dar “fluxo de decisões” para implementar rapidamente medidas, preparando o país para o pico de casos do coronavírus.

Caberá ao técnico designado pelo gabinete detectar, por exemplo, a região no país que precisa de leitos ou uma cidade que, em surto, precisa de mais vigilância.

Hoje, oficialmente, só há o gabinete de crise interministerial, comandado pela Casa Civil.

Na linha de frente do combate ao vírus, o Ministério da Saúde ainda não havia definido o organograma da equipe na gestão específica da crise. Por isso, o ministro da Saúde decidiu criar o gabinete específico na pasta.

Procurada pelo blog, a assessoria do Ministério da Saúde informou que o gabinete de crise interno será criado por uma portaria, que ainda está sendo finalizada.

https://g1.globo.com/politica/blog/andreia-sadi/post/2020/04/02/mandetta-criara-gabinete-de-crise-na-saude-para-organizar-decisoes-no-combate-ao-coronavirus.ghtml