CE - Suspeito da morte de sargento é preso com quase 19 kg de drogas pela Polícia Civil

Homem informou que integrava um grupo criminoso atuante na região.

Suspeito da morte de sargento é preso com quase 19 kg de drogas pela Polícia Civil na Capital.

Uma ofensiva realizada por policiais civis do 30° Distrito Policial (DP) culminou na prisão de Antônio Eduardo Laurindo da Silva (22), na tarde dessa quinta-feira (21), no bairro Jangurussu. O homem é suspeito de envolvimento na morte do sargento PM Lopes, ocorrida em junho de 2020. Durante a ofensiva policial, foram apreendidos quase 19 kg de maconha prensada. Antônio Eduardo é o terceiro envolvido preso na morte do PM.

Conforme apuração, Antônio Eduardo, conhecido como “Dudu”, é suspeito de envolvimento na morte do sargento Lopes. O crime ocorreu em junho de 2020. Contra ele, havia um mandado de prisão preventiva em aberto pelo crime investigado pela 11ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Após tomarem conhecimento acerca do mandado, os policiais civis localizaram o suspeito, que trafegava pela região, e iniciaram as diligências para capturá-lo.

O indivíduo foi localizado após um cerco policial em um estacionamento de um condomínio residencial. Para os agentes, o indivíduo indicou um terreno baldio, onde ele escondia material ilícito. No local, os policiais civis encontraram 20 tabletes de maconha prensada, pesando 18 quilos e 660 gramas. Ainda de acordo com as informações da ocorrência, o homem informou que integrava um grupo criminoso atuante na região.

Diante disso, o suspeito foi conduzido para o 30° DP, onde o mandado de prisão contra ele foi cumprido. Antônio Eduardo, que já possuía passagens por homicídio doloso, associação criminosa, roubo, furto e receptação, também foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e por integrar organização criminosa.

O Crime

Nilton Cezar Vieira Lopes (43) foi morto na madrugada do dia 13 de junho de 2020, no bairro Ancuri (AIS 3) de Fortaleza. O PM era lotado no 21° Batalhão de Polícia Militar (BPM) e foi alvejado a tiros na Avenida Dionísio Leonel Alencar. Durante as investigações conduzidas pela 11° Delegacia do DHPP, duas pessoas suspeitas de participarem do crime já foram presas. A Polícia Civil segue realizando diligências para capturar outros partícipes.

SSPDS

http://www.quixeramobimalerta.com.br/suspeito-da-morte-de-sargento-e-preso-com-quase-19-kg-de-drogas-pela-policia-civil-na-capital/