Homem executado a tiros em Crato, e morre adolescente lesionado a bala

Homem morto a tiros não percebeu que estava sendo seguido

Imagem ilustração via goolge

Dois crimes a tiros no município do Crato, um adolescente e um homem de 34 anos.

Nesta quarta-feira (12), por volta das 15h30, aconteceu um crime em Crato, segundo informações preliminares, a vítima fatal a tiros, trafegava de moto pela Rua José Alves Cavalcante no Bairro São Miguel, estava sendo seguido e não percebeu a aproximação do algoz, quando foi alvejado com vários tiros e veio a óbito.

No trabalho de identificação, trata-se de Thiago de Souza Tavares, homem de 34 anos de idade, nas páginas dos registros policiais, ele tinhas passagens pela polícia no período de 2017 e também 2018, por prática de crimes de violência doméstica contra Ana Rafaela Santos Pereira. Em outro ato, no último dia 28 de setembro, Thiago de Souza Tavares foi preso pelo trabalho de averiguações sob acusação de ter roubado um celular. 

Costa nesse ato, que, quando a polícia chegou à sua residência, Thiago, tentou fugir pelo quintal, mas acabou sendo preso trancado num quarto da residência vizinha, nas buscas dos militares foi encontrado o celular roubado, mais outros três aparelhos e ainda apreensão de 82 gramas de cocaína e balança de precisão.

Adolescente morre lesionado por arma de fogo 

Conforme os registros do setor policial, segunda-feira à noite, nas proximidades da Areninha na encosta do Bairro Seminário em Crato, o adolescente, Thayron de Araújo Santos, de apenas 15 anos de idade, foi lesionado a tiros a altura do abdômen e no rosto. Thayron residia na Travessa Caririaçu situada no mesmo Bairro, com vida em estado de saúde grave, acabou sendo socorrido para o Hospital Regional do Cariri em Juazeiro do Norte, não resistindo à gravidade dos ferimentos veio a óbito dois dias depois.

Portanto, no decorrer de três dias, dois assassinatos à bala no município do Crato, na segunda-feira, o adolescente, Thayron de Araújo Santos, lesionado a tiros, veio a falecer, e nesta quarta-feira, Thiago de Souza Tavares, assassinado também a tiros.  

Silva Neto