Benítez dá show, São Paulo vence a Ferroviária e avança à semi do Paulistão

Argentino se destaca ao lado de Igor Vinicius e comanda o Tricolor; Mirassol é o próximo adversário

Reinaldo, Liziero, Pablo e Luan comemoram gol do São Paulo contra a Ferroviária (Foto: Marcos Ribolli)

O São Paulo está na semifinal do Campeonato Paulista. Com um show de Benítez e ótima atuação de Igor Vinicius, o Tricolor venceu a Ferroviária por 4 a 2 na noite desta sexta-feira, no Morumbi, pelas quartas de final do estadual. Agora, no domingo, encara o Mirassol na semifinal, de novo em casa. Contra a Ferrinha, o São Paulo sobrou em campo. Em especial pela atuação do meia argentino. Ele não balançou as redes, mas participou de todos os gols, marcados por Gabriel Sara, Liziero, Igor Vinicius e Pablo, seja com passes ou assistências. Vale destacar também que a Ferroviária fez um golaço de falta com Renato Cajá (Bruno Mezenga fez o outro). Voltando ao time de Hernán Crespo, a vitória aumentou para 13 o número de jogos de invencibilidade. São nove vitórias e quatro empates. A última derrota foi em 13 de março, para o Novorizontino. Assista aos melhores momentos:

Quem passar de São Paulo x Mirassol no domingo terá pela frente o vencedor do clássico entre Corinthians e Palmeiras na grande final do Paulistão. 

Primeiro tempo

O São Paulo dominou a Ferroviária no primeiro tempo. Logo no primeiro minuto de jogo, após falha da defesa do time do interior, Liziero acionou Pablo, que chutou forte para boa defesa de Saulo. Depois, em três cobranças de escanteio, o Tricolor quase abriu o placar com gol olímpico, duas vezes com Benítez e uma com Reinaldo. Com maior posse de bola, o São Paulo tocou a bola com paciência até chegar novamente aos 17. Igor Vinicius cruzou, Gabriel Sara cabeceou, e Saulo fez ótima intervenção. Quando teve dificuldade em encontrar espaço, o Tricolor arriscou de longe, como aos 23, com Benítez. O goleiro defendeu de novo. Aos 25, em vacilo de Léo, a Ferroviária, que ainda não tinha feito nada, teve grande chance com Bruno Mezenga. O chute assustou Volpi. Mas o São Paulo aproveitou o susto para correr ainda mais e abrir o placar. Aos 28, Igor Vinicius recebeu de Benítez e deu linda assistência para Sara tocar na saída do goleiro. Aos 33, o São Paulo ampliou. Em contra-ataque, Igor Vinicius cruzou, Sara não alcança, mas Liziero chuta, Saulo defende, mas a bola ultrapassa a linha: 2 a 0! Muito superior, o Tricolor teve a chance de fazer o terceiro, aos 38, mas Saulo defendeu a forte cobrança de falta de Reinaldo. Só que aos 42, a Ferroviária diminuiu, em cobrança perfeita de falta de Renato Cajá. Golaço!

Segundo tempo

A etapa final começou com a Ferroviária em cima do São Paulo, ainda motivada pelo começo de reação no fim do primeiro tempo. Mas o time do interior recebeu dois baques em seis minutos. A saída de Renato Cajá, machucado, e o gol de Igor Vinicius, após lindo passe de Benítez. O argentino, aliás, deu show no Morumbi. Foi dele, aos 19, a assistência perfeita para Pablo fazer o quarto gol do Tricolor. Com a partida definida, Crespo fez várias alterações para descansar os titulares. E mesmo assim o São Paulo manteve o domínio, com a Ferroviária chegando poucas vezes e levando perigo real apenas aos 26, em cobrança de falta de Diogo Mateus, defendida por Volpi. O São Paulo controlava muito bem a vantagem até os 37 minutos, quando a defesa falhou e deixou o artilheiro Bruno Mezenga diminuir. Mas não houve mais tempo e espaço para reação. Ainda mais depois de Yuri levar o cartão vermelho.

O craque do jogo!

Próximos jogos

Depois da semifinal do Paulistão no domingo, contra o Mirassol, o São Paulo volta a campo na terça-feira, pela Libertadores da América. O jogo contra o Racing, no Morumbi, será às 21h30, pela quinta rodada do Grupo E do torneio sul-americano.

https://globoesporte.globo.com/sp/futebol/campeonato-paulista/jogo/14-05-2021/sao-paulo-ferroviaria.ghtml