Galhardo perde pênalti, Inter empata com o Atlético-GO e segue em queda no Brasileirão

Colorado chega ao sexto jogo sem vitória no campeonato, mas se mantém no G-4

Atlético-GO e Inter empataram sem gols na noite deste sábado, no Estádio Antônio Accioly, em jogo pela 23ª rodada do Brasileirão. Muito por culpa de Jean. O goleiro do Dragão pegou pênalti cobrado por Thiago Galhardo no segundo tempo e garantiu o placar zerado nos minutos finais, com mais uma grande defesa. O resultado não é bom para nenhum dos dois, mas é ainda pior para o Colorado. O time gaúcho chega ao sexto jogo sem vencer no Brasileirão e segue em queda livre desde a saída de Eduardo Coudet. Veja os melhores momentos:

Atlético-GO 0 x 0 Internacional pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro

Classificação

Com o empate, o Inter chega a 37 pontos e segue em quarto lugar na tabela de classificação. O Colorado se mantém no G-4 graças ao saldo de gols: tem 11, contra 10 do Palmeiras e sete do Santos, times com a mesma pontuação. Já o Atlético-GO perde uma posição e cai para o 13º lugar, com 28 pontos. 

O nome do jogo

Em uma partida em que os atacantes ficaram devendo, o grande destaque foi o goleiro Jean. Seguro no primeiro tempo nas poucas finalizações que foram no seu gol, ele brilhou na etapa final ao defender uma cobrança de pênalti de Thiago Galhardo, artilheiro da competição. Não bastasse isso, ainda fez uma grande defesa em chute de Leandro Fernández já no fim da partida, após uma falha da defesa do Dragão.

Que fase

Quando o coletivo não vai bem, as individualidades também sofrem. Que o diga Thiago Galhardo. Artilheiro isolado do Brasileirão, com 15 gols, o atacante teve a grande chance do jogo em cobrança de pênalti no segundo tempo, após um toque no braço de Zé Roberto dentro da área. Ele até chutou bem, no canto direito, mas Jean defendeu. Foi a segunda cobrança seguida perdida pelo camisa 17, que também errou na decisão contra o América-MG, pelas quartas de final da Copa do Brasil. Já são cinco jogos sem gols, desde que Abel Braga assumiu o comando do time.

Primeiro tempo

Atlético-GO e Inter fizeram um primeiro tempo de pouca inspiração e muitos erros dos dois lados. Os donos da casa tentaram explorar os contra-ataques pelos lados do campo no início, mas sem muito sucesso. Aos poucos, o Inter tomou conta do jogo, mas com muita dificuldade para construir as jogadas. Mesmo assim, criou as melhores chances. A primeira delas aos 13 minutos, quando Thiago Galhardo tabelou com D'Alessandro e foi travado na hora do chute por Gilvan.

D'Alessandro dá ótimo passe para Galhardo, que arma o chute e é travado por Gilvan, aos 13' do 1° tempo

O Atlético-GO chegou com perigo uma única vez quatro minutos depois, em chute de Nicolas que passou perto do gol de Marcelo Lomba. O time gaúcho seguiu com mais volume de jogo, mas só conseguiu finalizações de média distância, em chutes de Patrick aos 27 e de Lindoso aos 37. Aos 42, após boa jogada de Patrick e cruzamento de D'Alessandro, Yuri Alberto cabeceou dentro da área, mas Jean defendeu.

Segundo tempo

O panorama não se alterou muito no segundo tempo. Mas se faltou qualidade técnica dos dois times, ao menos o jogo ganhou em emoção. Aos 15 minutos, Heitor cobrou escanteio dento da área e Zé Roberto colocou o braço na bola. Pênalti marcado pela arbitragem. Na cobrança, começou a brilhar a estrela de Jean. O goleiro do Atlético-GO saltou no canto direito e pegou o chute de Thiago Galhardo.

Gilvan joga errado e Leandro Fernández aproveita para soltar uma bomba na entrada da área. Jean salva o Inter, aos 45' do 2° tempo

A situação ficou ainda melhor para o Dragão aos 23 minutos, quando Rodrigo Moledo recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. O time de Marcelo Cabo se empolgou com a vantagem numérica e cresceu na partida. Aos 25, após um ataque rápido, Zé Roberto saiu na cara de Marcelo Lomba, mas chutou em cima do goleiro. Já no fim, Jean apareceu de novo após uma falha da defesa do Dragão para salvar um chute forte de Leandro Fernández e garantir o placar zerado.

Próximos jogos

O Atlético-GO volta a campo só no dia 7 de dezembro, uma segunda-feira. O Dragão terá pela frente o clássico contra o Goiás, às 20h, no Antônio Accioly, pela 24ª rodada do Brasileirão. Já o Inter recebe o Boca Juniors na próxima quarta (2), no Beira-Rio, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores. A partida estava prevista para quarta passada, mas foi adiada após a morte de Diego Maradona. Pelo nacional, o Colorado encara o Atlético-MG no domingo (6), no Mineirão.

https://globoesporte.globo.com/go/futebol/brasileirao-serie-a/jogo/28-11-2020/atletico-go-internacional.ghtml