Serra do Cipó, em Minas Gerais, já pega fogo há seis dias

Incêndio florestal na Serra do Cipó, em Minas Gerais

'Nunca vi a serra pegando fogo assim, é doloroso', diz comerciante da Serra do Cipó, em MG, sobre incêndio que dura 6 dias

Nesta sexta-feira (2), 111 militares, voluntários e brigadistas tentavam combater as chamas. Operação tem apoio do helicóptero do Corpo de Bombeiros.

Por MG2, TV Globo — Belo Horizonte

 Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação

“Tenho 35 anos de comércio e nunca vi a serra pegando fogo assim, não. É triste, doloroso, [estou] rezando pra Deus mandar chuva pra acabar com isso”, afirmou o comerciante Marcos Silva, enquanto limpava a fuligem do incêndio que foi parar em seu restaurante, em Santana do Riacho. A cidade da região Central de Minas Gerais é onde fica a Serra do Cipó, destino turístico consumido por um incêndio há seis dias.

Bombeiros, Polícia Militar, brigadistas e até voluntários se empenham para tentar controlar as chamas. Debaixo de 33ºC e sem previsão de chuva, a ajuda vem do céu através do helicóptero do Corpo de Bombeiros.

“O trabalho do helicóptero é fundamental desde o gerenciamento, o pensamento estratégico do combate, onde vai mapear os locais, definir estratégias, priorizando pontos para atuação”, disse o Major Guilherme Soares.

Até quinta-feira (1º), 70 militares, brigadistas e voluntários atuavam no combate às chamas. Nesta sexta, eram 110 pessoas e a expectativa é de aumentar a equipe nos próximos dias. A área consumida pelo fogo ainda não foi calculada, mas os satélites mostram a evolução do incêndio.

Desde domingo, 131 focos de incêndio foram identificados na área do parque, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

https://g1.globo.com/mg/minas-gerais/noticia/2020/10/02/nunca-vi-a-serra-pegando-fogo-assim-e-doroloso-diz-comerciante-da-serra-do-cipo-em-mg-sobre-incendio-que-dura-6-dias.ghtml