Programação da Semana Santa da Paróquia de Santo Antônio - 2021

Todas as celebrações serão transmitidas pelas redes sociais

A Semana Santa começa com a celebração do Domingo de Ramos e finaliza-se com o Domingo de Páscoa, tempo que merece profundas reflexões pelas passagens bíblicas, a vida de Jesus, o seu amor por todos nós entregando sua vida e seu Espírito ao Pai, quando no Alto do Calvário foi Crucificado e derramou seu sangue na cruz para o perdão dos nossos pecados. 

Agora veja abaixo a programação da Semana Santa da Paróquia de Santo Antônio:  

28/03 Domingo de Ramos: Missa dos Ramos, às 17hs;

29/03 Segunda-feira: Missa pelos enfermos, às 17hs;

30/03 Terça-feira: Missa e Meditação das Dores de Nossa Senhora, às 17hs;

31/03 Quarta-feira: Missa do Encontro, às 17hs;

01/04 Quinta-feira: Missa do Lava Pés, às 17hs; 

02/04 Sexta-feira: Via Sacra contemplada na Igreja Matriz, às 09hs, Oração Média com os Pré Diáconos, às 14hs, Celebração da Missa da paixão do Senhor, às 15hs, e encenação da Via-Sacra às 18h30;

03/04 Sábado: Vigília Pascal, às 20hs,

04/04 Domingo: Carreata com o Senhor Ressuscitado, às 05hs, e Celebração da Pascoa, às 18h30 min. 

Todas as celebrações serão transmitidas pelas redes sociais da Paróquia de Santo Antônio, informa o Pároco Padre Cícero Leandro.  

É importante conhecer mais sobre o Domingo de Ramos:  

Domingo de Ramos é uma festa móvel cristã celebrada no domingo anterior à Páscoa. A festa comemora a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, um evento da vida de Jesus mencionado nos quatro evangelhos canônicos (Marcos 11:1, Mateus 21:1-11, Lucas 19:28-44 e João 12:12-19). Diz à tradição que Jesus teria entrado pela porta dourada de Jerusalém.[1] Na liturgia romana, este dia é denominado de "Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor".[2] A liturgia católica ainda denomina a festa de diversas formas, como: "Páscoa Florida", em contraste com a Páscoa enquanto tal que é "frutífera" e Pascha competentium ou Pascha petitum, pois era durante essa festa que "aqueles que pedem" o Batismo são apresentados.[3]

Em muitas denominações cristãs, o Domingo de Ramos é conhecido pela distribuição de folhas de palmeiras para os fiéis reunidos na igreja. Em lugares onde é difícil consegui-las por causa do clima, ramos de diversas árvores são utilizados.

Silva Neto – Domingo de Ramos