Comercio de Barbalha baixa as portas sob a fiscalização da Vigilância Sanitária

Agentes de Vigilância Sanitária do Município visitam estabelecimentos comerciais fazendo cumprir o decreto do Governo Estadual Cearense

Comércio de portões fechados pela determinação do decreto do Governo do Ceará, proprietários e funcionários retornam ao lar para se proteger do Coronavírus (foto Silva Netodiariodocariri.com)  

Na manhã desta sexta-feira (20/03) os estabelecimentos comerciais do centro da cidade de Barbalha baixaram suas portas mediante fiscalização de um grupo de Agentes de Vigilância Sanitária do Município, trabalhando no cumprimento do decreto do Governo Estadual Cearense em ato extraordinário já publicado pelo Diário Oficial do Estado na noite desta quinta-feira (19), determinando pelo período de 10 dias o fechamento de bares, restaurantes, lanchonetes, cinema, shopping, escolas e outros estabelecimentos que funcionam com aglomerações. O decreto estabelece multa diária de R$ 50 para quem descumprir o decreto. 

Em Barbalha todos os órgãos públicos estão cumprindo o decreto estadual e os funcionários orientados a permanecerem em casa, a Câmara Municipal cancelou as comemorações alusivas ao Dia Internacional da Mulher, e também o concurso público. 

O Sindicato dos trabalhadores Rurais de Barbalha não deu expediente para seus associados e cancelou o evento em alusão ao Dia Internacional da Mulher marcado para o próximo dia 27.

Escolas municipais, colégios estaduais e privados desde quarta-feira suspenderam suas atividades.

O Parque da Cidade área social e esportiva de grande movimentação popular está fechado. 

No futebol todas as atividades esportivas estão suspensas. A direção da Areninha das Malvinas suspendeu toda programação estabelecida com treinos e jogos de várias equipes do futebol amador de Barbalha. Academias situadas em vários bairros da cidade não abriram suas portas para os exercícios físicos.

Os permissionários de estabelecimentos tipo boque que comercializam alimentos no entorno da Praça Engenheiro Doria com o apoio rodoviário encerram suas atividades ainda no período da manhã.

Comércio informal esvaziado (fotoSilvaNetodiariodocariri.com)

Comerciantes do Mercado Central e permissionários do comércio informal anexo em tendas que faz vergonha a população tudo estava desativado logo por volta das 09hs. 

Profissionais de transporte alternativo param suas atividades (foto SilvaNetodiariodocariri.com) 

Profissionais do volante de micro ônibus, ônibus, topiques, taxistas e mototaxistas que diariamente prestam relevantes serviços à população paralisaram seus trabalhos. Na manhã desta sexta-feira (20), no centro comercial de Barbalha, várias pessoas circulavam usando mascara, e de maneira gentil recomendavam pessoas desprotegidas de tomar cuidado com a saúde.   

Em Barbalha estão funcionando os estabelecimentos com os serviços essenciais a população com atendimento a alimentação, à saúde e a segurança pública de plantão.  

Diante todas as situações do avanço do Covid 19 (Coronavírus), agora o ponto mais preocupante para a população de Barbalha está no retorno de pessoas que estavam trabalhando em outros estados, segundo informações repassadas para o diariodocariri.com por volta das 10hs de hoje, dão conta que barbalhenses que estavam nas colheitas de frutas e corte de cana em São Paulo estão retornando, o primeiro ônibus com lotação de barbalhenses procedente de São Paulo já chegou a Terra dos Verdes Canaviais, aí é pedir a Deus que nenhum esteja acometido do Coronavírus.

Silva Neto