CÂMARA: Oposição convoca e quer explicação da Secretária de Saúde de Barbalha

CONFUSÃO: Agentes de Saúde devolvidos ao Estado e milhares de cartões do Programa Mais Saúde do Município encontrados numa caixa

Foto SilvaNeto

Para os vereadores da ala de oposição, a posição da secretaria de Saúde é um afronto ao legítimo direito de reivindicação.

Na tarde e noite desta sexta-feira (7), por mais de 4hs de trabalho, sob a presidência do vereador, Odair José de Matos, 100% de presença dos legisladores no Plenário 13 de Junho, a Câmara Municipal de Barbalha realizou reunião ordinária com a pauta cheia de proposições oriundas do executivo e do legislativo, Projetos de Lei, Projetos de Resolução, 13 requerimentos, uso de tribuna, e as galerias lotadas por populares moradores que ocuparam terreno particular e agora lutam pela regularização da área ocupada, cujo terreno é de propriedade particular e que a municipalidade promete regularizar e entregar aos ocupantes, e que segundo o vereador Vevé Siqueira, existe uma decisão judicial de reintegração de posse ao proprietário do terreno, em pontos abertos, o problema é sério. 

Dentre os requerimentos, um de proposição da bancada de oposição aprovado por unanimidade, convoca a secretária de Saúde do Município de Barbalha, senhora Pollyanna Callou, tendo como objetivo a secretária dar explicação sobre dois pontos: um porque devolver Agentes Comunitários de Saúde para a Secretaria de Saúde do Estado, e dois, milhares de cartões do Programa Mais Saúde do Município encontrados numa caixa que não foram entregues a população de Barbalha, quando a municipalidade empregou quase um milhão de reais no Sistema do Programa Mais Saúde e aquisição dos cartões.

De acordo com pronunciamento de vereadores da ala de oposição, Barbalha tem 62 Agentes Comunitários de Saúde dos quadros do governo estadual cedidos à saúde pública de Barbalha, e recentemente três agentes foram devolvidos ao estado, isso aconteceu depois que no mês dezembro do ano 2019, os Agentes Comunitários de Saúde fizeram um movimento organizado com reunião na Câmara Municipal e em seguida manifestação na porta da secretaria fazendo a reivindicação do repasse do 14º salário.

Segundo os vereadores de oposição em pronunciamento quando do requerimento em discussão, esse posicionamento da Secretaria de Saúde contra os três Agentes Comunitários de Saúde, é característico de perseguição política, porque, foram os três agentes que lideraram o movimento reivindicatório do 14º salário retido pela pasta da saúde.  

Então, requerimento aprovado por unanimidade vai ser encaminhado à senhora secretária de Saúde de Barbalha, esperando que a mesma compareça a Câmara Municipal de Barbalha para as devidas explicações aos vereadores conforme o objetivo da convocação. 

Para os vereadores da ala de oposição, a posição da secretaria de Saúde é um afronto ao legítimo direito de reivindicação.

Silva Neto.