Homem executado com 16 tiros de pistola em Vilhena

A polícia ainda não tem pistas sobre a motivação ou os autores da execução sumária

Homem de 29 anos executado com 16 tiros de pistola em Vilhena era ex-morador de Cerejeiras e tinha quatro filhos

Por:

HORA 1 RONDONIA

Crime pode ter sido encomendado por facção criminosa

Através de amigos, o FOLHA DO SUL ON LINE apurou que o homem conhecido com “Café”, executado com vários tiros em Vilhena nesta semana havia morado na cidade de Cerejeiras.

O crime aconteceu na noite de segunda-feira, 04, no Residencial União, onde a vítima morava com a atual esposa e a filhinha de apenas 03 anos. Segundo apurou a reportagem, Anderson Júnior Nunes Zarati, de 29 anos, que foi alvejado com 16 disparos, tinha outros três filhos do casamento anterior. Uma amiga do homem assassinado contou à reportagem, que ele era filho adotivo, mas há muito tempo não mantinha contato com os familiares que o acolheram ainda criança, e que continuam residindo em Cerejeiras.

A polícia ainda não tem pistas sobre a motivação ou os autores da execução sumária, mas os primeiros indícios apontam para um homicídio cometido a mando da uma das facções criminosas que atuam em Vilhena.

O corpo de Café foi sepultado ontem (5), em Vilhena.

Fonte: Folha do Sul

https://hora1rondonia.com.br/homem-de-29-anos-executado-com-16-tiros-de-pistola-em-vilhena-era-ex-morador-de-cerejeiras-e-tinha-quatro-filhos/