Biografia do principal aliado de Lampião no Ceará será lançada em Aurora e Missão Velha

Por Antonio Rodrigues

A obra do pesquisador João Tavares Calixto Júnior narra a vida do jovem coronel Isaías Arrudas, figura marcante do início do século XX.

Coronel Isaías Arrudas foi homem de personalidade marcante ao lado de Lampião

Coronel Isaías Arrudas Foto: João Calixto

O professor da Universidade Regional do Cariri (URCA), João Tavares Calixto Júnior, lançará, neste final de semana, o livro “Vida e morte de Isaías Arruda: sangue dos Paulinos, abrigo de Lampião”, que traz a biografia do coronel Isaías Arruda, uma das figuras mais marcantes do Cariri no início do século XX. A obra também trata das relações sociais no período do cangaço, sobretudo, o coronelismo e banditismo na década de 1920.

Foram seis anos de pequisa que se materializou em 421 páginas, divididas em duas partes. A primeira, em oito capítulos, conta a vida “curta e tumultuada” de Isaías Arruda, um dos principais “coiteiros” de Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, no Ceará. A segunda, em três capítulos, narra sua morte “violenta e prenunciada”, como classifica o autor.

O primeiro lançamento acontece na Câmara Municipal de Missão Velha, cidade onde o coronel foi prefeito, nesta sexta-feira (29), a partir das 19 horas. Já no dia seguinte, no sábado (30), será a vez de Aurora, município natal do personagem, receber o evento no Salão Paroquial, às 17 horas. Cada exemplar custa R$ 50.

Isaías Arruda nasceu em 6 de julho de 1899, na Vila d’Aurora, atual município de Aurora. Sua trajetória ganhou destaque, mesmo jovem, ao hospedar Lampião e seus capangas em sua fazenda. Era também responsável por fornecer munição e armas para o cangaceiro.

“Ele ascendeu, do ponto de vista político, rapidamente. Era um cara pobre, de origem humilde, e que, à sombra do governador Moreira da Rocha, chegou a ser prefeito de Missão Velha, tirando seu antecessor na bala. Foi uma trajetória muito tumultuada. Arrumou muita confusão”, conta João Calixto.

Casarão do coronel Isaías Arruda ainda de pé em Missão Velha.

Casarão do coronel Isaías Arruda ainda de pé em Missão Velha. (Foto: Antonio Rodrigues)

No Centro de Missão Velha ainda está de pé o casarão construído pelo coronel Isaías Arruda. Lá, há uma espécie de porão onde os historiadores acreditam que os cangaceiros e seu armamento ficavam escondidos.

Um capítulo do livro é dedicado a um dos momentos mais marcantes da história do cangaço, o ataque de Lampião à cidade de Mossoró, no Rio Grande Norte, em 1927. “Ele foi planejado por políticos do próprio Rio Grande do Norte, mas eu trago uma versão que este ataque teve cunho político e não por dinheiro. Foi uma coincidência Lampião ter ido para Aurora e, de lá, Massilon Leite, junto com Zé Cardoso e Isaías, conseguiram convencê-lo”, explica o autor.

A obra também traz detalhes sobre a morte de Isaías Arruda, que aconteceu no dia 8 de agosto de 1928, aos 28 anos, quatro dias após sofrer uma emboscada a tiros na estação de trem de Aurora, sua cidade natal, pelo seus rivais, os “Paulinos”.

“Eu utilizei quatro metologias. É um livro feito em documentação, pesquisas em jornais, com mais de 600 páginas estudadas, revisão bibliográfica, consulta de inquéritos originais e entrevistas com pessoas que se tornou um ‘tempero’”, detalha o pesquisador. A obra ainda conta com fotos inéditas e ilustrações do artista goiano Ronald Guimarães.

Autor: Silva Neto

Eu, José Gonçalves da Silva Neto – (Silva Neto), Naturalidade: Cedro-CE, filiação: Vicente Antônio da Silva e Severina Gonçalves da Conceição. Na década de 70, comerciário na Casa Ribeiro e Gilsons Magazine em Juazeiro do Norte, nesta mesma cidade fundador do Xv de Novembro Futebol Clube. Ex-diretor secretário da Liga Desportiva Juazeirense, na década de 70. Comerciário vendedor da antiga Cariri Rações em Juazeiro do Norte. Radialista autônomo, diretor e apresentador do Programa Alvorada Sertaneja - Rádio Cetama de Barbalha. Noticiarista diretor e apresentador do Jornal Cetama é Notícia - Rádio Cetama de Barbalha, membro da equipe esportiva da Rádio Cetama de Barbalha, membro do Programa Flagra pela Rádio Cetama de Barbalha conjuntamente com o radialista Maciel Silva (saudosa memória). Ex-diretor gerente da Rádio Comunitária Verdes Canaviais de Barbalha-CE. Diretor e apresentador do Jornal Verdes Canaviais. Diretor e apresentador do Programa Saúde em debate da Rádio Verdes Canaviais. Ex-diretor gerente da Rádio Aurora do Povo da cidade de Aurora-CE. Ex-secretário e presidente da Liga Desportiva Barbalhense (LDB). Ex-presidente da Associação dos Moradores do Bairro Alto da Alegria – Barbalha-CE. Por oito anos, funcionário recepcionista do Hospital Santo Antônio de Barbalha-CE. Funcionário Público Municipal da Assessoria de Imprensa da Administração do ex-prefeito de Barbalha, Francisco Rommel Feijó de Sá. Funcionário Público Municipal como assessor de imprensa da Prefeitura Municipal de Barbalha, gestão do ex-prefeito Antônio Inaldo de Sá Barreto, membro da assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Barbalha, do ex-prefeito Edmundo de Sá Filho. Prestador de Serviços na divulgação das ações da Câmara Municipal de Barbalha desde o início dos anos 90. Correspondente do Jornal Tribuna Popular de Juazeiro do Norte. Correspondente do Jornal da Tarde da Rádio Padre Cícero em Juazeiro do Norte. Diretor, redator e apresentador do Jornal Alvorada Notícias FM 96,7, desde o dia 02 de janeiro de 2014. Membro da equipe esportiva Show de Bola da Rádio Barbalha FM. Sócio do Rotary Clube de Barbalha – Distrito 4490. Membro sócio do Círculo Operário de Barbalha. Fundador e diretor do site www.diariodocariri.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: