Chuvas no Ceará ficam 49,6% acima da média histórica em fevereiro; veja os maiores índices

As chuvas foram causadas pela proximidade da Zona de Convergência Intertropical.Foto: Natinho Rodrigues

Dados preliminares da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) apontam que, enquanto a média histórica de precipitação no mês é de 118,6 milímetros, neste ano, foram registrados 177,4 milímetros

Em 2019, o mês de fevereiro trouxe mais que apenas o início da quadra chuvosa no Ceará. Enquanto a média histórica de precipitação no mês é de 118,6 milímetros, dados preliminares da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme) mostram que o Estado registrou 177,4 milímetros durante o período neste ano. A variação representa um desvio porcentual positivo de 49,6%.

As chuvas foram observadas principalmente nas regiões do Litoral Norte, Litoral do Pecém, Litoral de Fortaleza, parte da região do Maciço de Baturité e Serra da Ibiapaba.

O fator que causou as precipitações, conforme a pesquisadora da Funceme Meyre Sakamoto, foi a proximidade da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), um conjunto de nuvens que circunda a faixa equatorial do globo terrestre.

A formação se manteve próxima à faixa litorânea por alguns dias, trazendo mais chuva à região. “Não choveu tanto no Cariri e parte do Sertão Central em Inhamuns porque a Zona de Convergência não entrou efetivamente no Estado, só ficou próxima”, explica Sakamoto.

Macrorregiões
O maior desvio porcentual positivo, em fevereiro, foi registrado no Maciço de Baturité, de 113,5%. “A média esperada é de 116,8 mm, pela climatologia, e neste mês de fevereiro choveu 249,3 mm”, diz. O maior volume absoluto, no entanto, foi registrado nos litorais de Fortaleza (282.4 mm) e Norte (274.9).

A região do Cairiri, que historicamente recebe bons volumes pluviométricos no início do ano, foi a macrorregião com menor índice observado de chuva e a única a apresentar desvio negativo durante fevereiro. Por lá, a Funceme registrou apenas 109.2 milímetros, o que simboliza desvio de -30.8%.

Já na primeira semana de março, de um modo geral, as chuvas ainda estão aquém do esperado. Todas as oito macrorregiões (Sertão Central e Inhamuns, Cariri, Maciço do Baturité, Jaguaribana, Litoral de Fortaleza, Litoral Norte, Litoral de Pecém e Ibiapaba) apresentam desvio negativo. A região do Sertao Central acumula o menor índice até o momento, com apenas 26,1 mm, representando desvio negativo de 84.8%.

Cidades
Acaraú, no litoral, foi o município com maior acumulado durante o mês de fevereiro, 653 milímetros. Em seguida, aparecem Itarema (603 mm), Itapipoca (544.4 mm) e Amontada (492 mm). Os menores inídices se concentraram na região do Cariri. Jardim, foi a cidade com o menor volume (39 mm), seguida por Potengi (59.5mm) e Porteiras (67.5 mm).

Já na primeira semana de março, Ipueiras (136.1 mm), Viçoca do Ceará (119 mm) e Graça (112 mm), tiveram os maiores volumes observados. Assim como durante o mês de fevereiro, os piores volumes registrados nestes primeiros dias de março também foram no Cariri: Farias Brito (6.8 mm), Carnaubal (9 mm) e Brejo Santo (15.1mm).

Autor: Silva Neto

Eu, José Gonçalves da Silva Neto – (Silva Neto), Naturalidade: Cedro-CE, filiação: Vicente Antônio da Silva e Severina Gonçalves da Conceição. Na década de 70, comerciário na Casa Ribeiro e Gilsons Magazine em Juazeiro do Norte, nesta mesma cidade fundador do Xv de Novembro Futebol Clube. Ex-diretor secretário da Liga Desportiva Juazeirense, na década de 70. Comerciário vendedor da antiga Cariri Rações em Juazeiro do Norte. Radialista autônomo, diretor e apresentador do Programa Alvorada Sertaneja - Rádio Cetama de Barbalha. Noticiarista diretor e apresentador do Jornal Cetama é Notícia - Rádio Cetama de Barbalha, membro da equipe esportiva da Rádio Cetama de Barbalha, membro do Programa Flagra pela Rádio Cetama de Barbalha conjuntamente com o radialista Maciel Silva (saudosa memória). Ex-diretor gerente da Rádio Comunitária Verdes Canaviais de Barbalha-CE. Diretor e apresentador do Jornal Verdes Canaviais. Diretor e apresentador do Programa Saúde em debate da Rádio Verdes Canaviais. Ex-diretor gerente da Rádio Aurora do Povo da cidade de Aurora-CE. Ex-secretário e presidente da Liga Desportiva Barbalhense (LDB). Ex-presidente da Associação dos Moradores do Bairro Alto da Alegria – Barbalha-CE. Por oito anos, funcionário recepcionista do Hospital Santo Antônio de Barbalha-CE. Funcionário Público Municipal da Assessoria de Imprensa da Administração do ex-prefeito de Barbalha, Francisco Rommel Feijó de Sá. Funcionário Público Municipal como assessor de imprensa da Prefeitura Municipal de Barbalha, gestão do ex-prefeito Antônio Inaldo de Sá Barreto, membro da assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Barbalha, do ex-prefeito Edmundo de Sá Filho. Prestador de Serviços na divulgação das ações da Câmara Municipal de Barbalha desde o início dos anos 90. Correspondente do Jornal Tribuna Popular de Juazeiro do Norte. Correspondente do Jornal da Tarde da Rádio Padre Cícero em Juazeiro do Norte. Diretor, redator e apresentador do Jornal Alvorada Notícias FM 96,7, desde o dia 02 de janeiro de 2014. Membro da equipe esportiva Show de Bola da Rádio Barbalha FM. Sócio do Rotary Clube de Barbalha – Distrito 4490. Membro sócio do Círculo Operário de Barbalha. Fundador e diretor do site www.diariodocariri.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: