Enem 2019 terá mais de 600 policiais federais atuando na segurança, diz presidente do Inep

Em entrevista ao G1, Alexandre Lopes alertou que, a partir deste ano, o candidato será eliminado caso seu celular emita qualquer som, mesmo que esteja devidamente lacrado. Medida foi sugerida pela PF para aumentar a segurança do Enem.

Por Ana Carolina Moreno, G1

Alexandre Lopes, presidente do Inep, durante audiência na Câmara dos Deputados em outubro de 2019 — Foto: Reila Maria/Acervo Câmara dos Deputados

Mais de 600 agentes e delegados da Polícia Federal atuarão neste domingo (3) em uma força-tarefa de combate a tentativas de fraude no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Segundo Alexandre Lopes, presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o efetivo policial ainda vai contar com as polícias militares e bombeiros em todos os estados, que garantem tanto a escolta dos malotes de provas quanto a segurança nos locais de aplicação.

Em entrevista ao G1, Lopes fez um alerta a todos os candidatos: a partir de 2019, e por recomendação da própria Polícia Federal, os estudantes correm o risco de serem eliminados caso o telefone celular lacrado na sacola emita qualquer tipo de som.

“Eu sempre repito isso em todas as entrevistas porque realmente é uma novidade. É uma pena para o aluno. É a oportunidade do ano para ele conseguir acesso às universidades, a um curso superior. Ser eliminado porque tocou o despertador é cruel”, afirmou o presidente do Inep. “Isso foi uma sugestão da Polícia Federal. Ela faz essa análise de segurança durante todo o processo de elaboração da prova e também no dia da aplicação.”

Uma dica dada por ele é que os candidatos se certifiquem de que, além de o celular estar desligado, não exista qualquer despertador pré-programado para tocar sozinho, o que pode acionar alguns modelos de telefone.

Além da regra do celular, outra novidade é que as embalagens com alimentos passarão por revista de segurança. “Ele vai ser revistado para evitar que tenha cola dentro”, resumiu Lopes. Por isso, os candidatos não precisam se preocupar em portar alimentos em poter transparentes, já que eles poderão ser abertos pelos fiscais.

Domingo é dia da primeira prova do Enem

Enem ‘sem sobressaltos’

Lopes é a quarta pessoa a ocupar a presidência do Inep em 2019. Depois que Maria Inês Fini, responsável pelo Enem 2018, deixou o cargo em meados de janeiro, outros dois nomes assumiram o cargo até meados de maio.

O atual presidente chegou ao instituto em 21 de maio, quando o processo de elaboração do exame já estava em andamento, e uma comissão externa com três membros já havia feito um “pente fino” no Banco Nacional de Itens, o sistema que guarda as questões aprovadas para serem usadas no Enem.

Um número não divulgado dessas questões foram colocadas em “quarentena”, para não serem incluídas nas provas deste ano, mas levantou preocupações dos estudantes sobre possíveis intereferências nas questões das provas.

Essa revisão, porém, não afetou a metodologia do Enem, afirmou Lopes.

“A elaboração de provas seguiu os parâmetros técnicos que sempre foram utilizados. No ciclo de produção de provas, a parte pedagógica foi feita com muita tranquilidade pela equipe do Inep, que é experiente já no assunto”, garantiu o presidente do Inep.

Já sobre a parte da impressão das provas, ele disse que não houve sobressaltos após a notícia de que a gráfica escolhida via licitação havia decretado falência.

“A parte de impressão também ocorreu sem nenhum problema. Usamos uma nova gráfica esse ano, a Valid, também ocorreu sem sobressaltos. E a parte da logística também correu tudo bem”, disse, explicando que, depois de armazenadas em um quartel do Exército em São Paulo, ela seguiu para quarteis no Interior do Brasil com escoltas da Polícia Rodoviária Federal e, em alguns casos, das polícias estaduais.

Onde ficam guardadas as provas do Enem?

Segundo o presidente do Inep, os cadernos de provas, depois de viajarem até os 1.727 municípios onde haverá aplicação do Enem, ficam sob a custódia dos Correios. Só na manhã deste domingo (3) é que os malotes serão entregues ao coordenador de cada um dos locais de prova pelo país.

“É um trabalho muito bem feito pelos Correios, imagina entregar essas provas em mais de dez mil locais”, ressaltou ele.

“Nós e o ministro, a gente já vinha falando há muito tempo que as pessoas não precisavam se preocupar com relação ao Enem, que estava tudo ocorrendo dentro do esperado. E foi o que aconteceu, agora a gente está com muita tranquilidade na aplicação”, continuou.

Por isso, a recomendação dele é que os candidatos, nesse domingo, se preocupam consigo mesmos. “O aluno tem que relaxar, ele tem que focar na prova, no seu equilíbrio emocional, e ficar tranquilo. Com relação à prova, a gente preparou um bom exame pra ele fazer nos próprios domingos.”

Autor: Silva Neto

Eu, José Gonçalves da Silva Neto – (Silva Neto), Naturalidade: Cedro-CE, filiação: Vicente Antônio da Silva e Severina Gonçalves da Conceição. Na década de 70, comerciário na Casa Ribeiro e Gilsons Magazine em Juazeiro do Norte, nesta mesma cidade fundador do Xv de Novembro Futebol Clube. Ex-diretor secretário da Liga Desportiva Juazeirense, na década de 70. Comerciário vendedor da antiga Cariri Rações em Juazeiro do Norte. Radialista autônomo, diretor e apresentador do Programa Alvorada Sertaneja - Rádio Cetama de Barbalha. Noticiarista diretor e apresentador do Jornal Cetama é Notícia - Rádio Cetama de Barbalha, membro da equipe esportiva da Rádio Cetama de Barbalha, membro do Programa Flagra pela Rádio Cetama de Barbalha conjuntamente com o radialista Maciel Silva (saudosa memória). Ex-diretor gerente da Rádio Comunitária Verdes Canaviais de Barbalha-CE. Diretor e apresentador do Jornal Verdes Canaviais. Diretor e apresentador do Programa Saúde em debate da Rádio Verdes Canaviais. Ex-diretor gerente da Rádio Aurora do Povo da cidade de Aurora-CE. Ex-secretário e presidente da Liga Desportiva Barbalhense (LDB). Ex-presidente da Associação dos Moradores do Bairro Alto da Alegria – Barbalha-CE. Por oito anos, funcionário recepcionista do Hospital Santo Antônio de Barbalha-CE. Funcionário Público Municipal da Assessoria de Imprensa da Administração do ex-prefeito de Barbalha, Francisco Rommel Feijó de Sá. Funcionário Público Municipal como assessor de imprensa da Prefeitura Municipal de Barbalha, gestão do ex-prefeito Antônio Inaldo de Sá Barreto, membro da assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Barbalha, do ex-prefeito Edmundo de Sá Filho. Prestador de Serviços na divulgação das ações da Câmara Municipal de Barbalha desde o início dos anos 90. Correspondente do Jornal Tribuna Popular de Juazeiro do Norte. Correspondente do Jornal da Tarde da Rádio Padre Cícero em Juazeiro do Norte. Diretor, redator e apresentador do Jornal Alvorada Notícias FM 96,7, desde o dia 02 de janeiro de 2014. Membro da equipe esportiva Show de Bola da Rádio Barbalha FM. Sócio do Rotary Clube de Barbalha – Distrito 4490. Membro sócio do Círculo Operário de Barbalha. Fundador e diretor do site www.diariodocariri.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: