Rei da piscina! Gabriel Medina conquista o bi no Surf Ranch e assume a liderança do Mundial

Bicampeão mundial tira um 9,93 na final e supera Filipe Toledo. Finalistas aumentam vantagem sobre Ítalo Ferreira na corrida olímpica rumo a Tóquio 2020

Por Globoesporte.com — Lemoore, EUA

Gabriel Medina conquista o bi no Surf – Divulgação

Kelly Slater pode até ser o dono/criador da piscina, mas quem “manda” nas ondas artificiais de Lemoore é Gabriel Medina. Pelo segundo ano consecutivo, o brasileiro dominou a máquina. Chegou próximo da perfeição para superar Filipe Toledo e vencer a única etapa do circuito mundial disputada fora do mar. E, assim como em 2018, o bicampeão mundial sai dos Estados Unidos com a camisa amarela de número 1 do mundo.

Depois de conquistar o título em Jeffreys Bay e o vice em Teahupoo, Medina chegou à terceira final seguida no circuito. O brasileiro foi o melhor na fase classificatória em Lemoore e, na decisão, faltou um juiz dar um 10 para vir a nota perfeita. Veio o 9,93, a maior nota das duas edições do Surf Ranch, e a vitória por 18,86 pontos. Filipe Toledo, vice no ano passado, e o australiano Owen Wright ficaram empatados com 17,33, mas o brasileiro levou a melhor por ter a maior nota (9,63). Outro destaque do Brasil na decisão, que contou com os 8 melhores surfistas do campeonato, foi Yago Dora, sexto colocado com 15,20 pontos.

– Essa era a minha meta aqui. É uma vitória que me faz me sentir bem, porque essa onda é boa demais. Estou contra os melhores do mundo, então é um orgulho vencê-los. Estava me sentindo muito confiante aqui. As minhas pranchas estavam demais. Obrigado Johnny (Cabianca) pelas pranchas. Foram longos 3 dias. Estou muito feliz com a minha performance nesse evento. São pontos muito importantes. Espero manter bons resultados até o fim do ano – comemorou Medina, que agora soma 44.695 pontos no ranking, contra 44.400 de Filipinho.

Corrida olímpica

Com os resultados em Lemoore, Medina e Filipe abriram uma vantagem de quase 10.000 pontos na corrida olímpica sobre Ítalo Ferreira (34.600), que terminou em 9º nos EUA. Os dois melhores surfistas do Brasil (que fecharem a temporada Circuito Mundial no top 10) garantem vaga automática nos Jogos de Tóquio 2020.

A final

Os 8 finalistas entraram na decisão com as notas zeradas da fase classificatória. Cada um tinha direito a pegar 4 ondas (duas direitas e duas esquerdas). Os atletas que conseguissem as 4 maiores pontuações (na soma da melhor esquerda e com a melhor direita) ganhariam mais duas ondas (uma direita e uma esquerda) de bônus para tentarem melhorar o resultado final.

E foram os australianos que começaram dando show. Primeiro Julian Wilson fez a maior nota do campeonato até então (9,33), com um aéreo backside varial bem alto na esquerda. Depois Owen Wright assumiu a liderança com duas notas altas (8,70 e 8,63). Filipe Toledo veio com tudo, na primeira direita, fez dois aéreos, sendo o último um alley-oop alto e com a aterrissagem perfeita: 9,63, o novo recorde do campeonato até então. Com um 7,70 na esquerda, Filipe somou 17,33 e empatou com Owen em 1º.

Mas ainda faltava o bicampeão mundial e atual vencedor da etapa entrar em ação. Medina fez uma linha quase perfeita logo na primeira esquerda. Depois de encaixar uma sequência de manobras no crítico, com velocidade e precisão, o paulista de Maresias deixou para a finalização um combo de dois aéreos – um reverse e um kerrupt flip nas alturas. Faltou um juiz dar um 10 para vir a nota perfeita. Veio o 9,93, que somado com um 8,93 na onda seguinte para a direita, garantiu a 1ª posição provisória para o brasileiro, com 18,86 no total.

Restou a Medina esperar Filipe e Owen pegarem as duas ondas de bônus, mas nenhum dos dois conseguiu trocar nota. E, pelo segundo ano seguido, Gabriel vestiu a bandeira do Brasil e transformou as duas últimas ondas que ele tinha no desfile do campeão.

Resultado da final:

1 – Gabriel Medina (BRA) 18,86
2 – Filipe Toledo (BRA) 17,33
3 – Owen Wright (AUS) 17,33
4 – Griffin Colapinto (EUA) 16,44
5 – Julian Wilson (AUS) 15,33
6 – Yago Dora (BRA) 15,20
7 – Adrian Buchan (AUS) 14,93
8 – Jordy Smith (AFS) 14,07

Americana vence no feminino

A americana Lakey Peterson conquistou o título do feminino com um total de 18,03 pontos. A francesa Johanne Defay fez 17,60 e ficou em segundo, enquanto as brasileiras Tatiana Weston-Webb (5º) e Silvana Lima (9º) ficaram fora da decisão.

A 9ª das 11 etapas do Circuito Mundial começa no dia 3 de outubro, em Hossegor, na França.

Autor: Silva Neto

Eu, José Gonçalves da Silva Neto – (Silva Neto), Naturalidade: Cedro-CE, filiação: Vicente Antônio da Silva e Severina Gonçalves da Conceição. Na década de 70, comerciário na Casa Ribeiro e Gilsons Magazine em Juazeiro do Norte, nesta mesma cidade fundador do Xv de Novembro Futebol Clube. Ex-diretor secretário da Liga Desportiva Juazeirense, na década de 70. Comerciário vendedor da antiga Cariri Rações em Juazeiro do Norte. Radialista autônomo, diretor e apresentador do Programa Alvorada Sertaneja - Rádio Cetama de Barbalha. Noticiarista diretor e apresentador do Jornal Cetama é Notícia - Rádio Cetama de Barbalha, membro da equipe esportiva da Rádio Cetama de Barbalha, membro do Programa Flagra pela Rádio Cetama de Barbalha conjuntamente com o radialista Maciel Silva (saudosa memória). Ex-diretor gerente da Rádio Comunitária Verdes Canaviais de Barbalha-CE. Diretor e apresentador do Jornal Verdes Canaviais. Diretor e apresentador do Programa Saúde em debate da Rádio Verdes Canaviais. Ex-diretor gerente da Rádio Aurora do Povo da cidade de Aurora-CE. Ex-secretário e presidente da Liga Desportiva Barbalhense (LDB). Ex-presidente da Associação dos Moradores do Bairro Alto da Alegria – Barbalha-CE. Por oito anos, funcionário recepcionista do Hospital Santo Antônio de Barbalha-CE. Funcionário Público Municipal da Assessoria de Imprensa da Administração do ex-prefeito de Barbalha, Francisco Rommel Feijó de Sá. Funcionário Público Municipal como assessor de imprensa da Prefeitura Municipal de Barbalha, gestão do ex-prefeito Antônio Inaldo de Sá Barreto, membro da assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Barbalha, do ex-prefeito Edmundo de Sá Filho. Prestador de Serviços na divulgação das ações da Câmara Municipal de Barbalha desde o início dos anos 90. Correspondente do Jornal Tribuna Popular de Juazeiro do Norte. Correspondente do Jornal da Tarde da Rádio Padre Cícero em Juazeiro do Norte. Diretor, redator e apresentador do Jornal Alvorada Notícias FM 96,7, desde o dia 02 de janeiro de 2014. Membro da equipe esportiva Show de Bola da Rádio Barbalha FM. Sócio do Rotary Clube de Barbalha – Distrito 4490. Membro sócio do Círculo Operário de Barbalha. Fundador e diretor do site www.diariodocariri.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: