Peru elimina Uruguai nos pênaltis em jogo morno e vai pegar o Chile nas semis

Maiores campeões chegam a fazer três gols na Arena Fonte Nova, todos eles bem anulados, e dão adeus À Copa América com Suárez desperdiçando uma das cobranças. Chile e Peru se enfrentam na quarta, em Porto Alegre

Peru segura ímpeto uruguaio

Jogadores do Peru comemoram classificação para as semifinais (Foto: REUTERS/Luisa Gonzalez)

O Uruguai jogou bem melhor na tarde deste sábado. Mas como o futebol não está nem aí para isso, o Peru está classificado para as semifinais da Copa América e vai pegar o Chile. Não que os uruguaios tenham desfilado um excelente futebol na Arena Fonte Nova, mas foram eles de fato que buscaram mais o jogo e chegaram até a balançar as redes três vezes – todas elas bem anuladas. Com o empate sem gols no tempo normal, a decisão foi para os pênaltis. Todo mundo converteu, com exceção de Luis Suárez.

Semifinais definidas

Com a classificação do Peru, temos definidos os confrontos das semifinais da Copa América. Brasil e Argentina se enfrentam na próxima terça-feira, às 21h30 (de Brasília), no Mineirão; enquanto Chile e Peru jogam na quarta, na Arena do Grêmio, também às 21h30.

Gols bem anulados

Foram TRÊS gols anulados do Uruguai neste sábado. Os três por causa de impedimento. No primeiro tempo, Arrascaeta balançou as redes com um chute de dentro da área, mas Nández estava impedido no início da jogada. Na etapa complementar, Cavani e Suárez também marcaram, mas em posição adiantada. Importante dizer que o assistente levantou a bandeira em todos os lances, mas só nos dois últimos o árbitro aguardou a comunicação do VAR para dar sequência ao jogo. De fato, a irregularidade no gol de Arrascaeta era bem mais clara.

Primeiro tempo

O jogo começou truncado em demasia. Com o meio de campo povoado, restou às equipes o chutão para frente, e o resultado disso era a bola para lá e para cá sem parar no chão. A primeira chance veio só aos 14, com cabeçada de Suárez por cima do gol. Nández, dois minutos depois, também levou perigo chegando pela direita. O Uruguai se organizou principalmente a partir do momento em que Bentancur, jogador da Juventus, dominou a meia canche. Cavani aos 23 perdeu oportunidade incrível após o rebote de Gallese, e, logo em seguida, Arrascaeta abriu o placar, mas o árbitro anulou corretamente apontando impedimento. Com Guerrero isolado, o Peru pouco ameaçou. E a chuva forte que caiu na capital baiana dificultou ainda mais as coisas para as seleções.

Arrascaeta em ação pelo Uruguai contra o Peru (Foto: REUTERS/Luisa Gonzalez)

Segundo tempo

Os primeiros minutos mostraram uma seleção peruana mais atrevida e ocupando com mais frequência o campo ofensivo. Só que durou pouco. Num piscar de olhos, o Uruguai retomou o controle do jogo. Godín chutou por cima em grande chance, e Cavani e Suárez chegaram a balançar as redes, mas estavam em posição de impedimento. O vislumbre de levar a decisão para os pênaltis passou a ser o objetivo do Peru, que se fechou na defesa e fez os últimos minutos se arrastarem.

Os pênaltis

Suárez foi o responsável por abrir as cobranças, mas bateu à meia altura no canto esquerdo e facilitou a defesa de Gallese. Depois daí, todos os jogadores converteram a cobrança. Em sequência: Guerrero, Cavani, Ruidíaz, Stuani, Yotún, Bentancur, Advíncula e Torreira. E coube a Flores, na última cobrança, classificar o Peru para as semifinais.

Cadê os gols?

Essas são as quartas de final com a menor quantidade de gols em toda a história da Copa América. Foram três empates em 0 a 0 (Brasil x Paraguai, Chile x Colômbia e Uruguai x Peru), e a única seleção que contribuiu com bolas na rede foi a Argentina, que venceu a Venezuela por 2 a 0.

Autor: Silva Neto

Eu, José Gonçalves da Silva Neto – (Silva Neto), Naturalidade: Cedro-CE, filiação: Vicente Antônio da Silva e Severina Gonçalves da Conceição. Na década de 70, comerciário na Casa Ribeiro e Gilsons Magazine em Juazeiro do Norte, nesta mesma cidade fundador do Xv de Novembro Futebol Clube. Ex-diretor secretário da Liga Desportiva Juazeirense, na década de 70. Comerciário vendedor da antiga Cariri Rações em Juazeiro do Norte. Radialista autônomo, diretor e apresentador do Programa Alvorada Sertaneja - Rádio Cetama de Barbalha. Noticiarista diretor e apresentador do Jornal Cetama é Notícia - Rádio Cetama de Barbalha, membro da equipe esportiva da Rádio Cetama de Barbalha, membro do Programa Flagra pela Rádio Cetama de Barbalha conjuntamente com o radialista Maciel Silva (saudosa memória). Ex-diretor gerente da Rádio Comunitária Verdes Canaviais de Barbalha-CE. Diretor e apresentador do Jornal Verdes Canaviais. Diretor e apresentador do Programa Saúde em debate da Rádio Verdes Canaviais. Ex-diretor gerente da Rádio Aurora do Povo da cidade de Aurora-CE. Ex-secretário e presidente da Liga Desportiva Barbalhense (LDB). Ex-presidente da Associação dos Moradores do Bairro Alto da Alegria – Barbalha-CE. Por oito anos, funcionário recepcionista do Hospital Santo Antônio de Barbalha-CE. Funcionário Público Municipal da Assessoria de Imprensa da Administração do ex-prefeito de Barbalha, Francisco Rommel Feijó de Sá. Funcionário Público Municipal como assessor de imprensa da Prefeitura Municipal de Barbalha, gestão do ex-prefeito Antônio Inaldo de Sá Barreto, membro da assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Barbalha, do ex-prefeito Edmundo de Sá Filho. Prestador de Serviços na divulgação das ações da Câmara Municipal de Barbalha desde o início dos anos 90. Correspondente do Jornal Tribuna Popular de Juazeiro do Norte. Correspondente do Jornal da Tarde da Rádio Padre Cícero em Juazeiro do Norte. Diretor, redator e apresentador do Jornal Alvorada Notícias FM 96,7, desde o dia 02 de janeiro de 2014. Membro da equipe esportiva Show de Bola da Rádio Barbalha FM. Sócio do Rotary Clube de Barbalha – Distrito 4490. Membro sócio do Círculo Operário de Barbalha. Fundador e diretor do site www.diariodocariri.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: